Desenvolvimento Web

Categories: Produtos

Site, blog ou loja virtual?

Se possível, tenha os três.

Na mais recente pesquisa do Cetic, órgão responsável pelo estudo de indicadores do uso da internet no Brasil, a porcentagem de empresas brasileiras que possuem um website é de 57%.

O que são sites, blogs ou lojas virtuais?

Blogs são como uma revista virtual, mantêm conteúdos de forma contínua e geram maior engajamento com o usuário.

Ele é altamente dinâmico e pode conter dicas, guias, artigos, infográficos e conteúdos disponíveis abertamente para todos os visitantes.

Também pode ser usado para divulgar materiais ricas, que são conteúdos gratuitos mediante preenchimento de um formulário de inscrição.

Já os sites funcionam como uma espécie de vitrine, eles até são atualizados, mas numa frequência muito menor que a de blogs. Eles também servem como ferramenta para captura de contatos e inscritos.

Enquanto lojas virtuais, como o próprio nome diz, são ambientes em que se fazem vendas online de produtos ou serviços.

Por que ter um site?

A presença online através de sites, blogs e lojas ajuda a fortalecer a imagem da sua empresa.

Uma pesquisa realizada pelo IBGE, em 2017, aponta que mais de 120 milhões de brasileiros acessam a internet de forma frequente. Isso mostra que a sua estratégia online pode alcancar até mais da metade da população nacional.

Esse canal passa credibilidade e faz o seu negócio se aproximar do cliente, além de o ajudar na decisão de compra, porque é nele que constam informações importantes, atualizadas e confiáveis sobre aquilo que você tem a oferecer.

O resultado disso é a vinda de pessoas interessadas no seu negócio, que podem se tornar clientes se todas as informações forem exibidas de forma correta e responsiva.

Como funciona o processo de desenvolvimento de site?

Para os três casos, o início é praticamente o mesmo: registrar um domínio. O domínio, também conhecido como URL, é o endereço do seu site. Ou seja, aquilo que os visitantes precisam digitar na barra do navegador para chegar ao seu site.

Existem várias terminações de domínio. As mais comuns são o .com e o .com.br, mas os domínios mais personalizados têm ganhado muita força e já vemos por aí sites com terminações .cafe.me e .cloud, por exemplo.

Para se ter um domínio é necessário registrá-lo e pagá-lo, o preço varia de acordo com a sua variação e a cobrança costuma ser anual. Por exemplo, um domínio .com.br custa, atualmente*, R$ 40 por ano.

*Preço em 2019.


O próximo passo é hospedar o seu site, blog ou loja. Nós, da BNNSPLT, oferecemos hospedagem para quem desenvolve o site com a gente.

A hospedagem serve pra “guardar” todos os arquivos que compõem a estrutura do seu site (quando falamos site, envolvemos, também, lojas, blogs ou quaisquer aplicações baseadas em linguagem web), e existem 3 tipos delas: as hospedagens compartilhadas, hospedagens dedicadas e hospedagens em cloud.

As hospedagens compartilhadas costumam ser mais baratas, mas elas dividem o mesmo servidor e endereço IP entre vários sites, o que pode causar falhas na performance.

A dedicada oferece um servidor e um endereço IP exclusivos para você, garantindo que trafeguem somente as informações aprovadas por você.

Já em Cloud, o site não fica em uma máquina física, propriamente dita. Ela é uma rede configurada de máquinas, que compartilham recursos de forma dedicada, tornando-se ainda mais estável e confiável, já que tudo é escalonado.

Aqui, na BNNSPLT, trabalhamos com servidores dedicados ou em Cloud, jamais compartilhamos nosso espaço virtual com outros sites que não sejam de nosso desenvolvimento. =)

Próxima etapa, é preparar o ambiente dessa hospedagem. Nós vamos apontar o seu domínio para os servidores corretos, configurar e fazer os ajustes para tudo funcionar perfeitamente, criar as contas de e-mails e instalar o seu certificado SSL (HTTPS), que é totalmente gratuito. Nosso presente pra você. <3

Agora, começa a parte que diferencia o site do blog e da loja. A definição das linguagens, do gerenciador de conteúdo ou da loja virtual.

Websites:

A maioria dos sites institucionais contém as seções mais comuns: página inicial, sobre a empresa, produtos ou serviços, clientes, portfólio e contato. O motivo para os sites serem formados por essas páginas é um só: costuma funcionar.

Se você pensar bem, esses itens reúnem o que a maioria dos clientes e potenciais clientes querem saber a respeito de quase toda empresa. Mas isso não significa que você deve seguir o mesmo caminho! Use o objetivo do seu site para definir com mais clareza quais são as seções que ele precisa conter. Mais do que isso: para definir quais serão os conteúdos de cada página.

Depois, definimos, juntos, como o layout deve ser e, então, iniciamos a aplicação nas linhas de códigos. Quando tudo estiver pronto, enviamos para você aprovar e, se não estiver de acordo com o que você quer, readequaremos, sem problema ou custo algum.

Para sites institucionais e hotsites, costumamos usar HTML5CSS3JavascriptPHP e SQL como principais ferramentas de programação.

Blogs:

Para o blog, precisamos definir várias questões de como ele deve funcionar: o tema visual, a produção de conteúdo (se será texto, vídeo, ou tudo junto), adequar a sua identidade visual e muitos outros fatores.

Aqui, na BNNSPLT, trabalhamos com WordPress para a criação do seu blog.

E-commerces:

Primeiro, vamos entender o que será vendido e como deverá ser o processo da venda.

Depois, precisamos definir quais as formas de recebimento de pagamentos (se serão através de intermediador, gateway ou direto com a adquirente e banco) e quais as formas de envio (se será por Correios ou transportadora).

Por fim, definiremos qual a melhor plataforma de loja online: Shopify, Magento ou outras?

A definição será dada para qual atende melhor o seu negócio, quanto à integração com marketplaces, melhor interface de uso, velocidade e estabilidade. Como cada caso é um caso, isso é bem variável e veremos qual a melhor solução.

Em todos os casos:

Seja qual for a solução ideal para o seu site, nós podemos integrar os seguintes recursos:

  • Google Analytics;
  • SEO: Otimização para mecanismos de busca;
  • Formulários para newsletters e funis;
  • Entre outros recursos personalizáveis.